TK 90X - TK 95 - ZX Spectrum

Como usar ?

Não faria sentido disponibilizarmos os jogos e programas no formato Beta Disk se não pudessemos transferí-los para o TK "real". Isto não só é possível, como não tem qualquer dificuldade ! Após muito estudar uma maneira de dispor os arquivos de modo que fosse possível recolocá-los nos floppies e poder rodá-los no TK, chegamos a uma solução muito boa, que faz uso de ferramentas de disco do formato TRD, muito usado em ZX Spectruns russo, e que é 100% compatível com a "nossa" Beta Disk ! O truque todo está nos arquivos do formato HoBeta, e merece uma breve explicação.


O FORMATO HOBETA

O formato HoBeta é um formato de arquivo do DOS do pc o qual permite colocar os arquivos individuais de um disco no formato Beta em arquivos PCDOS sem perder os atributos (tipo, endereço inicial, comprimento etc.) e poder fazer o "caminho inverso", qual seja, ser recolocado num disco Beta. Os arquivos Hobeta tem extensão .$n, onde n=B, C, D ou #, equivalendo aos tipos de arquivos possíveis no formato Beta. Os arquivos contém um pequeno "header" (cabeçalho) onde estão as informações de tipo, tamanho, nome real (já que os arquivos Beta podem conter caracteres que os DOS do pc não suportam, como * , ; espaço etc.). Um exemplo de arquivos Hobeta:

jogo.$b = arquivo de programa BASIC
fase1.$c = arquivo "CODE"
dados.$d = arquivo de dados de matrizes
base.$# = arquivo de acesso sequencial ou aleatório

Devido ao cabeçalho o arquivo Hobeta não pode ser diretamente utilizado; ele deve ser recolocado em um disco Beta onde ai sim pode ser utilizado pelo TK. Embora no fim os arquivos vão para o disquete "físico", antes é mais conveniente preparar uma "imagem" de disco e nela colocar os arquivos hobeta (que se transformarão, uma vez colocados na imagem, arquivos Beta Disk normais) e após gravar o floppy.

 

GERANDO O DISCO

Então, graças ao formato Hobeta, fica fácil todo o processo. Basicamente consiste na seguinte seqüência:

arquivos hobeta -> imagem TRD -> disco real

Claro que o processo inverso é perfeitamente viável, e foi com ele que conseguimos colocar os arquivos disponíveis a todos.

Primeiro, é preciso o auxílio de algumas ferramentas. Para facilitar juntamos tudo o necessário nesse pacotinho. Pegue-o, portanto, e vamos começar !

IMPORTANTE: Estes utilitários funcionam sob ambiente DOS. Não efetuamos testes sob o ambiente windows; talvez seja necessário "bootar" a sua máquina com um disquete DOS. Isto pode ser encontrado aqui. Usuários do Mac e Linux tem duas opções: a) usar um emulador de pc, como o VirtualPC para o Mac ou o DOSemu no Linux; b) utilizar o emulador FUSE, verifique maiores detalhes no site do WoS. Note ainda que no caso do Mac você terá que dispor de uma unidade floppy externa, caso seu Mac não a tenha.


Posto isso, vamos ao nosso passo-a-passo:

1) Crie um diretório qualquer no seu disco. Vamos considerar para exemplificar, o diretório "TK":

md TK
cd TK


2) Descompacte os utilitários citados acima dentro deste diretório. Isso é apenas para que possamos utilizá-los mais facilmente; se você quiser pode colocá-los em algum diretório que esteja na variável "PATH" do DOS. (como C:\DOS, C:\WINDOWS etc.). Dentro do pacotinho tem 4 programas, quais sejam: zcop, specdos, emptytrd e trd2disk.


3) Baixe os jogos desejados e descompacte todos os arquivos dentro deste diretório. Nesta operação, cuidado pois pode acontecer de determinado jogo ter os arquivos de fases com o nome DOS igual; neste caso renomeie-o para ficar com extensão algo como *.$c0, *.$c1 etc. Cuidado também com a quantidade: eles todos somados não podem exceder o tamanho de 636 Kb caso contrário não caberão no disco. Para verificar basta dar um comando:

dir *.$??

e verificar o total de bytes.


4) Com todos os programas desejados no diretório, crie uma imagem de disco TRD vazia com o comando:

emptytrd jogos.trd

Note que o nome do arquivo é de livre escolha, e pode ser qualquer um.


5) Agora vamos transferir todos os arquivos hobeta para a imagem de disco. Use:

zcop jogos.trd *.$??


6) Temos nossa imagem pronta. Precisamos passá-la para um disco real. Providencie um floppy de 3 1/2'', preferencialmente novo. É necessário tapar o furo de seleção de densidade, para que a unidade de drive detecte o disco como um de densidade dupla. Veja na figura abaixo um exemplo. Não confunda o furo de seleção de densidade com o de proteção contra gravação; este último deve estar na posição que permita gravar, qual seja, com o furo tapado. Se você não tapar o furo de seleção de densidade este nosso processo não funcionará.

 

7) Feito isto, ponha o disco no drive do pc e formate o disco no padrão beta, com o comando:

specdos a: -f

Considerando, claro, que a unidade de disco é a A:. IMPORTANTE: NÃO formate o disco no TK, faça-o como aqui descrito, caso contrário a transferência da imagem não funcionará.


8) Por fim, tranfira a imagem TRD para o disco real (mantenha o disco recém-formatado no drive), com o comando:

trd2disk jogos.trd a:

Lembrando que jogos.trd é o nome-exemplo que utilizamos, adeqüe conforme o necessário.

 

E fim ! Seu disco de jogo está pronto ! Tire-o do pc e coloque-o no TK, e faça um teste com um CAT; carregue os jogos, e... bom divertimento !

 

NOTA PARA PROPRIETÁRIOS DAS INTERFACES CBI E IDS-91:

As interfaces do Centro Brasileiro de Informática (CBI-95) e da Syncron (IDS-91) podem ter problemas para ler os discos gerados pelo processo aqui descrito.
Após muito tempo de pesquisa e testes com usuários, conseguimos isolar o problema destas interfaces. O cerne do problema é o chip controlador destas interfaces, via de regra o FDC 1797. Por algum motivo ainda não totalmente esclarecido, as interfaces não conseguem ler os discos formatados no pc, somente os formatados por ela própria; como, deste modo, não é possível gravar a imagem de disco, não será possível utilizá-la. A solução consiste em trocar o chip controlador pelo FDC 1793, o que é fácil pois o chip geralmente está soquetado.

Notem que as interfaces da Cheyenne Advanced Systems (CAS) e as da Arcade Informática não devem ter problemas pois elas já vinham de fábrica com o chip FDC 1793. E a nova interface da Syncron, a IDS2001ne também não terá qualquer inconveniente, pois ela utiliza o chip WD 2793, o qual funciona corretamente.

 

NOTAS FINAIS:

O método de transferência dos arquivos hobeta para imagens TRD descrito aqui é uma das alternativas; existe outras que podem ser experimentadas caso se queira, pois, existem outros utilitários para tal. Por exemplo, o Spectrum Navigator permite fazer isso, ele se comporta como o famoso Norton Commander, só que para arquivos hobeta e imagens trd. Existe também o comando hob2trd, o inconveniente é que ele processa apenas um arquivo por vez. E tem utilitários dentro de emuladores como os do RealSpec. Estes utilitários todos podem ser pegos no site do World of Spectrum.

Quaisquer comentários e dúvidas, fiquem a vontade para me escrever.